Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ressaca de Palavras

Ressaca de Palavras

Qui | 29.10.15

Eu Tentei...

Eu tentei ser boa o suficiente, mas falhei. Eu tentei ser o motivo do teu sorriso, mas fui o motivo das tuas lágrimas. Eu tentei ser a tua felicidade, mas fui a tua tristeza. Eu tentei ser o teu orgulho, mas fui o teu maior desgosto. Eu tentei... Juro que tentei! Eu tentei desculpar-me pelo que te fiz, mas as palavras não curam a dor que te causei.

Agora nada disto importa, já é tarde para arrependimentos. Talvez já te tenhas esquecido, talvez o tempo já te tenha curado. Mas, a mim não curou e ainda não esqueci...

Depois deste tempo todo ainda te lembras de mim? Depois de ter partido o teu coração, de ter sido uma desilusão, acho que não pensas mais em mim. Eu tentei ser uma boa lembrança, mas acabei por ser um pesadelo. Eu tentei de tudo, mas o meu tudo não foi suficiente. Eu tentei ligar-te, mas faltavam-me as palavras e eu sei que não queres ouvir o que tenho para te dizer.

Mas podes-me ouvir só desta vez? Não te peço mais nada, só queria que ouvisses... Eu falhei muitas vezes... Eu menti muitas vezes... Eu fui uma desilusão... Eu não mereci o teu amor... Desculpa, mas eu tentei! Podia ter sido diferente? Podia ter sido uma melhor pessoa? É claro que podia... Mas não consegui!

Não consegui evitar os meus erros. Não consegui evitar esta situação. Não consegui mudar. Não consegui... Desculpa! Eu sei que não me queres ouvir. Eu sei que não mereço que me oiças. Eu sei...

Parti o teu coração e nada posso fazer para o consertar. Nada posso fazer para me desculpares... Nem o teu perdão mereço. A única coisa que mereço é o teu desprezo e ver que consegues ser feliz sem mim. A única coisa que mereço é ver que consegues seguir em frente, enquanto eu fico presa ao passado e me afogo em mágoas.

Eu queria que soubesses que tentei, mas és mais feliz sem mim... 

 

 

Sab | 03.10.15

Acorda!

Acorda! É hora de acordar! Olha à tua volta, olha o que estás a perder. Já chega de melancolias e dramas, de reclamações e de "porquês". Não estás cansado disso? Achas que isso é solução?

O tempo não para e a vida não espera por ti, por isso abre os olhos para o mundo. Lembra-te que tudo é efémero, nada dura para sempre nem mesmo tu és eterno. As horas, os minutos e os segundos esgotam-se, os dias acabam e as oportunidades passam. E essa tristeza também vai passar, essa tempestade vai desaparecer para dar lugar a um arco-íris.

Não te deixes abater por esses pensamentos negativos, não deixes que eles te roubem a vida. Não percas o mundo com essa agonia que te prende. Liberta-te dessas correntes de sofrimento. Enquanto estás perdido com os teus pensamentos, a vida lá fora passa e tu ficas parado no tempo.

Se precisares de chorar, chora! Chora até as tuas lágrimas acabarem. Se tiveres vontade de gritar, grita! Grita bem alto e bem forte, até que percas a voz. Se sentires raiva, descarrega toda essa fúria até ficares sem força. Mas, depois disso, vais acordar e vais viver! A vida começa fora da porta da tua casa, longe da tua zona de conforto. Sai e aventura-te lá fora, aí sim é onde começa a vida. Portanto, estás à espera de quê?

Não é fácil, mas se fosse valeria a pena? É claro que não! O que vem fácil também vai embora facilmente. As grandes conquistas são aquelas que provêm de sacrifícios e de grandes lutas. E a felicidade vem como um troféu dessa batalha. Às vezes o caminho pode parecer assustador e incerto, mas é nos labirintos da vida que descobrimos o nosso rumo. Eu sei que tens medo, mas és mais forte que isso. Se caíres, levanta-te e ergue a cabeça! Porque o mundo continua a girar, o sol continua a brilhar e tu continuas a viver. 

Por vezes precisas de te perder para te encontrares. Encontrares aquilo que desejas, aquilo que te faz feliz e para encontrares quem realmente és.