Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ressaca de Palavras

Ressaca de Palavras

Sab | 11.02.17

Permite-te Ser Feliz!

Sofia Batoca
Passamos a vida toda em busca da felicidade, em busca de coisas que nos façam felizes, em busca de pessoas que tragam felicidade à nossa vida, em busca da carreira de sonho que, provavelmente, nos vai tornar mais bem-sucedidos e felizes. É uma busca incessante à procura desse sentimento. Fazemos tudo com o objetivo de encontrar essa tal felicidade. Mas, já paraste para pensar o que é a felicidade? De onde ela vem? O que é estar feliz? O que nos faz realmente felizes? Será que é (...)
Qui | 02.02.17

Estávamos destinados a dizer adeus!

Sofia Batoca
Todo o começo tem um fim, é uma realidade inevitável e nós também tínhamos de ter um fim. Tivemos um longo percurso juntos, cheio de sorrisos, lágrimas, alegrias, tristezas e, acima de tudo, amor. Mas, apesar disso, estávamos destinados a dizer adeus. Infelizmente não havia nada que pudéssemos fazer para mudar isso, pois por mais que lutássemos o destino iria sempre separar-nos. A nossa história tinha chegado ao fim, era hora de cada um seguir o seu caminho, a partir daquele (...)
Dom | 30.10.16

Quando Viver Se Torna Doloroso.

Sofia Batoca
É triste quando todas as manhãs o simples ato de erguer o corpo se torna doloroso e tens de travar uma luta contigo próprio dizendo que isso vai passar, que é só um mau dia. Sentes-te esgotado e sem forças, mas tens de pôr uma máscara e continuar a viver, porque “é só um mau dia”, como toda a gente te diz. No entanto não é só um mau dia, pois a cada dia a dor que sentes só aumenta, a cada manhã o teu corpo torna-se mais pesado e levantar da cama todas as manhãs torna-se (...)
Dom | 09.10.16

É Hora De Seguir Em Frente!

Sofia Batoca
Sabes que é hora de seguir em frente quando te tornas escravo dos teus próprios pensamentos. Quando vives dentro de um sonho do passado e esqueces da realidade. É hora de seguir em frente, é hora de deixar ir, é hora de dizer adeus. E tu sabes disso, não sabes? Porém, crias ilusões na tua cabeça para consolares o teu coração. As lembranças magoam-te, torturam-te, queimam como o fogo… E mesmo assim, tu insistes em trazer o passado para o presente. Todas as noites as lágrimas (...)
Dom | 09.10.16

Talvez Um Dia Esqueça De Me Lembrar De Ti.

Sofia Batoca
Talvez um dia esqueça de me lembrar de ti. Talvez um dia acorde com um enorme sorriso e com uma onda de  felicidade a deslizar pelo meu corpo. Talvez seja um dia comum como tantos outros, com a única diferença de não sentir o vazio da tua ausência e o meu primeiro pensamento não sejas tu. Um dia em que me sentirei completa, em que deixarei o passado no seu devido lugar e sem sentir aquela vontade de revivê-lo. Talvez uma  noite não tenha a necessidade de procurar todas as (...)
Sex | 22.01.16

Quando As Saudades Apertam...

Sofia Batoca
É na escuridão e no silêncio da noite que algo fica diferente em ti. É algo que se vai instalando aos poucos, percorrendo toda a tua pele. O teu corpo fica pesado, sentes-te acorrentado. Na tua cabeça gira um tornado de pensamentos. As mãos tremem, a garganta fica seca, a voz enfraquece. Sentes aquelas pequenas gotas a formarem-se nos teus olhos, tu sabes que elas querem sair, sabes que elas querem deslizar pelo teu rosto. Tentas prendê-las, tentas fugir, tentas de tudo, mas (...)
Ter | 08.12.15

A Carta Que Nunca Te Escrevi!

Sofia Batoca
Esta é a carta que eu nunca te escrevi. É a carta que nunca te enviei. É a carta que nunca vais ler, mas mesmo assim eu vou escrevê-la. Escrevo o que nunca te disse e o que nunca vais ouvir. Escrevo-te aquilo que está preso dentro de mim, aquilo que me sufoca, aquilo que preciso de libertar. Escrevo-te porque não tenho coragem de olhar-te nos olhos, a minha cobardia é grande demais para te enfrentar. Por isso, escrevo esta carta que nunca vai chegar às tuas mãos, que nunca vais (...)
Qui | 29.10.15

Eu Tentei...

Sofia Batoca
Eu tentei ser boa o suficiente, mas falhei. Eu tentei ser o motivo do teu sorriso, mas fui o motivo das tuas lágrimas. Eu tentei ser a tua felicidade, mas fui a tua tristeza. Eu tentei ser o teu orgulho, mas fui o teu maior desgosto. Eu tentei... Juro que tentei! Eu tentei desculpar-me pelo que te fiz, mas as palavras não curam a dor que te causei. Agora nada disto importa, já é tarde para arrependimentos. Talvez já te tenhas esquecido, talvez o tempo já te tenha curado. Mas, a mim (...)
Sab | 03.10.15

Acorda!

Sofia Batoca
Acorda! É hora de acordar! Olha à tua volta, olha o que estás a perder. Já chega de melancolias e dramas, de reclamações e de "porquês". Não estás cansado disso? Achas que isso é solução? O tempo não para e a vida não espera por ti, por isso abre os olhos para o mundo. Lembra-te que tudo é efémero, nada dura para sempre nem mesmo tu és eterno. As horas, os minutos e os segundos esgotam-se, os dias acabam e as oportunidades passam. E essa tristeza também vai passar, essa (...)
Dom | 20.09.15

Queria Esquecer...

Sofia Batoca
Queria esquecer... Queria poder adormecer sem as saudades a invadirem-me e sem a tua presença nos meus sonhos. Queria poder acordar e não ter mais lembranças daquilo que um dia fomos. Em cada lugar há sempre uma visão tua para me assombrar. Dentro de mim há um mundo de arrependimentos e de palavras que nunca te cheguei a dizer. Não aguento mais estas lágrimas que inundam o meu corpo e afogam o meu coração. Só me ensinaste a amar, mas agora precisava que me ensinasses a esquecer. (...)